fbpx

Para falar sobre o guia básico sobre sublimação digital é importante mencionar que é necessário entender o início de tudo, ou seja, o que é a sublimação digital e de onde ela surgiu.

A sublimação nada mais é do que o processo que passa do sólido para o gasoso sem passar pelo líquido. Aprendemos na escola nas aulas de química e física, que este processo pode ser demonstrado em uma série de exemplos as quais são reações de sublimação como por exemplo o gelo seco.

A sublimação para o processo de impressão, foi descoberta na década de 50. Devido a ação de alguns tipos de corantes que atuavam diferentes de acordo com a temperatura passando do estado sólido para o gasoso, sem passar pelo estado líquido, quando colocados à temperaturas acima dos 190 graus célsius.

Com isto a procura por uma melhoria do processo foi constante e também paralelamente o processo digital também estava ocorrendo.

O surgimento de impressoras a jato de tinta, fez com que as tintas sublimáticas fossem reformuladas para que pudessem entrar também no mercado digital, permitindo que impressoras de mesa até de grandes formatos pudessem imprimir papéis.

Surgiu então a possibilidade de transfers coloridos, de alta resolução, praticidade do processo e amplitude de estampas.

A sublimação tornou-se então digital, permitindo um novo mundo na produção de produtos, personalização, customização e diminuição de custos com a facilidade dos processos.

O que a sublimação digital acarretou no mundo.

A sublimação digital permitiu ao mundo abusar da sua criatividade. Dando ênfase ao imenso gamut de cores que eram possíveis criar com Cyan, Magenta, Yellow e Black, o famoso CMYK, a sublimação digital deu ferramentas para os designers ousarem muito mais.

O mundo da moda se beneficiou enormemente com este processo dando aos designers e usuários uma infinidade de possibilidades. Ainda com isto a iniciativa de novos tecidos, processos de melhoria das estampas, acelerou ainda mais a criatividade.

Novos materiais foram criados e desenvolvidos no intuito de proporcionar diferentes texturas como toque e peso do material, dando um tecido mais encorpado maior leveza para utilizar em determinado tipo de produto.

A ampla variedade de tecidos e materiais para sublimação digital está cada vez maior,  dando uma realidade muito melhor para quem está neste mercado.

Tecidos de todos os tipos e gostos começaram a existir para atender este mercado: Cetim, Crepe, Jacquard, Voil, Oxford, Gabardine, Chamoix, Fylet, entre muitos outros.

Os itens sublimados da alta moda e mercado de luxo até os itens promocionais, os produtos de alto valor agregado até o mercado popular, a sublimação digital atende a todos com o mesmo padrão.

A sublimação digital proporcionou uma estamparia moderna, fácil, economicamente viável, resistente e com a produção muito mais fácil por se tratar de um processo rápido e sem necessidade de muita mão de obra.

Após a sublimação digital o mundo tornou-se diferente.

Impressora Sublimática Global Tecnologia

Como funciona o processo de sublimação digital

A sublimação digital é um processo fácil de se realizar. Para quem quer investir no segmento, existem vários tipos de impressoras sublimáticas desde pequenas até de grande formato, investimentos mínimos e investimentos milionários.

Tudo depende da velocidade de produção que se quer, tipo de qualidade do produto final, entre outros. O principal é que a sublimação digital precisa apenas de uma impressora sublimática, prensa térmica e muita criatividade.

A flexibilidade no processo é permitido para qualquer tamanho de empresa. Algumas iniciam com uma impressora de mesa A4 ou A3 como as marcas Epson L1300, T1110, entre outras.

Esse processo funciona de forma a entender qual o produto final que se quer chegar e qual o público que se quer alcançar.

Mensurar o tempo, expectativa de qualidade, consumo de tintas, tipos de tecido, operador e suas definições de trabalho, são importantes para se chegar no resultado final da operação.

A sublimação digital pode estar em todos os segmentos da estamparia e moda, desde o popular até o alto luxo, mas de qualquer forma sempre é necessário calcular para haver o pleno desempenho.

A indústria 4.0 que é a indústria moderna, tem que utilizar a sublimação digital como uma possibilitadora de diferenciar seus produtos, dando um engrandecimento às peças e um alto valor agregado.

A finalidade das empresas é dar destaque e vida aos seus produtos, onde com a sublimação digital isto se torna possível.

A arte de criar as imagens para os tecidos e decorar, torna-se algo único e singular pois o designer pode criar peças exclusivas para seus clientes.

A valorização dos tecidos de poliéster estampados proporciona um destaque para as coleções e deve ser visto como um grande aliado.

O processo da sublimação digital funciona para as empresas como um potencializador dos seus produtos e um facilitador de operações.

Padrão de cores na sublimação digital CMYK ou RGB?

Comparativo RGB e CMYK

Existem vários tipos de controle de perfil de cores como CMYK, RGB, Pantone. Na sublimação digital o processo de padrão de cores mais utilizado é o CMYK, exatamente por se tratar das tintas utilizadas para a mistura do gamut de cores.

O ajuste das cores, normalmente é feito através de software de impressão o qual permite que sejam criados perfis de cores conforme as necessidades. Perfis de cores são feitos para facilitar a impressão, para que o operador saiba que aquele determinado produto irá seguir a mesma peça piloto aprovada.

O auxílio técnico ou do operador é de extrema necessidade para entender como funciona a questão da perfilação. Manter diversos tipos de perfis de acordo com o tipo e qualidade de produto são essenciais para que se possa mensurar a economia da empresa.

Para tanto, alguns produtos requerem um tipo de qualidade especial, a qual deve ser observada pelo operador para ter o melhor perfil de cores possível do equipamento.

Composição básica das tintas sublimáticas

As tintas de sublimação digital do mercado mundial normalmente são à base de água e são próprias para este ramo. Normalmente estão disponíveis no mercado as cores: cyan (azul), magenta (vermelho), yellow (amarelo), black (preto).

Existem algumas cores especiais como Fluo, para que se possam chegar em alguns tons mais fortes para o ramo de moda de alto luxo e esportivo. Ainda algumas cores light para equipamentos que tem 8 cores, porém estes são modelos mais antigos e que a cada dia não se vê mais no mercado.

A composição básica das tintas é o grande mistério das fábricas e empresas vendedoras de tinta exatamente por este segmento ser de alta tecnologia. Algumas tintas no mercado se destacam por cores mais fortes e que ao mesmo tempo conseguem ter alta rentabilidade, ou seja, um melhor custo de metro quadrado.

E, outra questão para sempre se notar na composição básica das tintas sublimáticas, se ela além de dar uma cor forte e vibrante, ela pode melhorar a vida útil das peças dos equipamentos.

No mercado existem algumas empresas que se destacam pela composição das tintas serem superiores, dando resultados mais positivos e assertivos para os clientes consumidores do produto final.

Tintas sublimáticas aplicadas

Diferença entre a tinta sublimática e pigmentada.

Uma das características da tinta pigmentada é que ela fica na superfície no papel, e não penetra como outros tipos de tinta.

As pigmentadas são resistentes à luz e à água, elas são ideias para imprimir fotografias e por anos elas não irão borrar nem desbotar como as fotos impressas com tinta corante.

Essas características possibilitam o uso da tinta pigmentada na estamparia se combinada com o papel transfer, mas essa tinta não é específica para sublimação digital, não garantindo um produto final de qualidade.

A tinta sublimática não é uma tinta convencional, ela possui uma composição diferente das demais . Com ela você não poderá imprimir em papel fotográfico ou em documentos, apenas em papel transfer sublimático.

Devido a sua versatilidade ela pode ser aplicada em vários tipos de materiais utilizando o papel transfer. Por ser uma tinta de alta tecnologia ela reduz os custos de preparação, produção e finalização do produtos.

O fast fashion (moda rápida), e o crescimento das estampas por sublimação digital, ocorrem por conta da agilidade do processo da sublimação digital.

Isto permite explorar a criatividade dos desenvolvedores de imagens, proporcionando as vendas mais imediatistas sem necessidade de estoques e por um bom preço

Os designers e desenvolvedores de produtos ficam com liberdade de expressão de tentar a possibilidade infinita que a sublimação digital e sua tecnologia permite realizar.

As marcas de roupas criam uma identidade própria dando um sucesso e destaque à marca muito maior pois a sublimação digital permite com que os sonhos se tornem realidade nas estampas.

Na sublimação digital basta ter a impressora e a prensa térmica pois para realizar o processo completo em poucos minutos torna-se realidade.

Fique atento às novidades sempre. Quem está atualizado está sempre perseverante no mercado.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos nas redes sociais.

Até a próxima!!!

×
Olá, fale agora com nossa equipe de especialistas em sublimação e tire todas suas dúvidas sobre nossas tintas e demais produtos.

Pin It on Pinterest

Share This